Capitulo 1

Capitulo 1 – Às escondidas

– Se sua mãe ficar sabendo disso, estamos ferrados… – Edward gargalhou enquanto me beijava.

– Amor, então faça o “futuro-sermão” valer a pena. – Entrelacei meus dedos em seu cabelo e o puxei para mim. Edward me empurrou pela cintura até me encostar em uma arvore.

– Princesa, eu te amo tanto… – Roçou seu nariz em meu rosto.

– Eu também Ed. – Enlacei seu pescoço. – Ninguém vai nos separar.

– Nunca Bells, nunca. – Afirmou me beijando novamente.

– Amor… preciso ir embora. – Falei empurrando-o delicadamente.

– Mas já? – Fez bico

– Minha mãe está na minha cola e se ela me pega com você… – Fiz uma careta.

Mais uma vez nossos lábios se encontraram. Abriu minha boca, deixando nossas línguas se entrelaçarem. Edward me abraçou pela cintura, deixou meus lábios para ocupar sua boca em meu pescoço.

– Hmm… – Gemi.

– Bella estou com tanta saudades do seu corpo colado no meu. – Sussurrou em meu ouvido. Meus pelos se arrepiaram com seu hálito gelado em meu pescoço.

– Edward… – Gemi e ri ao mesmo tempo. – Você adora me maltratar… – Ele jogou a cabeça para trás e gargalhou – Amor tenho que ir. – Fiquei na ponta dos pés e o beijei. – Nos vemos amanhã.

– Vou contar os minutos.

– Eu te amo.

– Eu te amo mais.

– Não vou discutir isso com você Edward.

– Nem adianta, você sabe que eu ganho…

Revirei os olhos, dei mais um beijo de despedida e dei as costa para ele.

– BELLA! – Olhei para trás e vi Edward correndo em minha direção. – Eu estava até me esquecendo… – Deu seu sorriso torto e pegou minha mão. – É simples, economizei por alguns meses e consegui comprar… – Pegou uma linda aliança de prata e colocou em meu dedo.

– Edward, amor, não precisava… – Me pendurei em seu pescoço e deixei as lágrimas caírem. – É linda… – Murmurei olhando para a aliança.

– Bella não minta… – Olhou para o chão. – Você merece coisa melhor. Coisas que eu não tenho a capacidade financeira para te d…

– Shh! Cala a boca seu idiota! – Esbravejei. – Nunca mais diga isso! Eu já disse que não me importo com dinheiro.

– Mas sua mãe sim…

– Dani-se minha mãe. Eu já tenho 18 anos posso decidir por mim o que quero, e eu quero estar ao seu lado.

Ele sorriu lindamente e me beijou.

– Dizendo essas coisas… você me faz o cara mais feliz do mundo.

– E só de te ter comigo… eu sou a mulher mais feliz da face da terra. – Apoiei minha cabeça em seu pescoço e respirei seu cheiro delicioso – Preciso ir… mande um beijo para Esme.

– Pode deixar.

Edward abriu a porta do carro para mim e a fechou logo em seguida.

– Eu te amo… – sibilou do lado de fora, mandei um beijo para ele enquanto acelerava o carro.

[…]

– Aonde estava Isabella?

– Eu estava por ai mãe… – Falei enquanto subia as escadas.

– Com aquele marginalzinho, estou certa?

Estaquei. Virei-me para encara-lá no primeiro degrau.

– Não chame Edward assim, você não o conhece então não o julgue!

– Eu sei quem ele é! – Retrucou, debochando. – É um marginal que não tem aonde cair morto! Só esta com você por causa do nosso dinheiro.

– A senhora é preconceituosa, e não, Edward não está comigo por causa do “seu” dinheiro estúpido.

– Bella olha como você está falando comigo, é a convivência com ele.

– Não irei discutir isso com a senhora.

Dei as costas, deixando Renée falando sozinha.

Minha mãe era hipócrita, nunca aceitou minha convivência com pessoas como Edward, com classe social inferior a minha, mas eu nunca liguei para isso, dinheiro nunca foi a prioridade em minha vida, o que importa é estar com Edward. Ele me fez mulher, foi meu primeiro amor e o primeiro a chegar a onde nenhum outro garoto chegou. Edward era simplesmente minha vida e nada nem ninguém jamais conseguira nos afastar.

PDV Edward

Olhei para a Aliança em minha mão direita e sorri. Aquele pequeno metal de prata era o símbolo do nosso amor, algo simples, porém significa o laço com a melhor pessoa que Deus poderia ter posto em minha vida… Bella.

– Boa tarde dona Esme! – Me joguei no sofá e abracei-a.

– Se está com esse humor… – Arqueou uma sobrancelha. – Deixe-me adivinhar…

– Você sabe que Bella é a razão dessa minha felicidade.

– Ela te faz tão bem… É lindo e puro o que sentem um pelo outro.

Sorri, Joguei minha cabeça para trás e suspirei.

– Eu a amo tanto que nem sei o que seria de mim sem ela.

– Bella é uma menina adorável, totalmente diferente da mãe…

– Mãe, por favor, não fale o nome dela. Reneé força muito a barra com Bella, e eu odeio quem faz o amor de minha vida sofrer.

– Tudo dará certo meu filho… – Acariciou meu rosto. Peguei sua mão e a beijei. – Você merece ser feliz.

– Obrigada mãe… – Me levantei do sofá. – Vou tomar um banho.

– Tudo bem, irei arrumar algo para você comer.

Subi cantarolando. Entrei em meu quarto e sorri ao olhar minha cama. Lugar onde eu e Bella nos amamos por três vezes. Peguei uma toalha e sai do quarto, no corredor encontrei meu irmão.

– E ai viadinho, como foi com a Bellinha? – Emm socou meu braço.

– Excelente mas… mano depois conversamos, vou tomar um banho.

– Ih, então prenda a respiração.

– Nojento! – taquei a toalha nele.

– Hei, se liga eu bebi perfume, então está cheiroso…

Eu o encarei incrédulo.

– O que?

– Qualé Edward, você nunca entrou na internet? Lá tem vários tópicos e fóruns ensinando a…

– Valeu Emm, tchau. – O cortei, antes que ouvisse merda.

  1. nada a ver com a saga

  2. a renee ama o edward e a familia dele

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: