Capitulo 9

Capitulo 9 – Formatura.

Tudo havia passado tão rápido que eu mal notei. Hoje era o dia de nossa tão esperada formatura, logo depois, seria só eu e Edward.

– Sério que seu pai lhe disse isso?! – Ângela indagou incrédula. Passei meu braço ao redor do seu ombro e aproximei minha cabeça de seu ouvido.

– Sim, ele disse que reservou um quarto para mim e para Edward.

– Seu pai é doido! – Minha amiga riu.

– Ele sabe que eu amo Edward. – Dei de ombros – Ele só facilitou as coisas… – Sorri – De uma forma ou de outra depois do baile eu e Edward íamos passar a noite juntos.

– Eu queria que meu pai fosse assim… – Ângela gemeu – Quando Ben vai namorar comigo em casa, fica um em cada canto do sofá, tipo namoro a moda antiga – Riu.

– Mal sabe o Sr.Walber que ele já ficou muito, mais muito perto do que isso. – Gargalhei.

– Meu pai acha que vou me casar virgem.

– Nossa… – Prendi o riso.

Ângela e eu continuamos conversando, enquanto as cabeleireiras continuavam arrumando nossos cabelos.

[…]

– Então… – Girei mostrando meu vestido curto, preto – O que acha?!

– Amiga, está lindo! – Ângela aprovou. – Pena que terá que por a beca.

Sorri.

– Será que Edward vai gostar?! – Olhei-me no espelho.

– Claro que vai.

Olhei novamente para o espelho…

– É ele vai!

PDV Edward

Olhei para o relógio e suspirei.

– EMMETT ANDA LOGO! – Gritei o imbecil do meu irmão.

– JÁ ESTOU INDO!

Olhei para os meus pais e sorri.

– Como estou?! – Indaguei.

– Own, bebê, você está tão lindo! – Minha mãe se jogou em meus braços.

– Obrigada mãe. – Beijei o topo de sua cabeça.

– OMG, nem acredito que logo você estará se mudando… é como se minha vida tivesse sido tirada de mim, eu vou acab…

– Mãe… – Ri – A senhora anda assistindo muito filme de drama.

Ela se afastou pressionando as suas pálpebras, para não chorar.

– Ok, parei.

– Pronto família! – Emmett desceu as escadas sorrindo.

– Vamos, ou chegaremos atrasados.

[…]

Sai do carro do meu pai e abri a porta para minha mãe.

– Obrigada querido. – Agradeceu. Segurei sua mão e a ajudei sair do carro. – Tão cavalheiro…

– Que nem o pai! – Carlisle apareceu ao nosso lado, estendendo a mão para minha mãe.

– Claro. – Sorri.

– Eita! – Emmett aproximou-se de nos tropeçando. – Que gostosa! Juro que se ela não fosse minha cunhada… eu pegava.

– Do que você… – Antes de terminar de formular a pergunta, meus olhos foram tapados e aquele perfume inebriante infiltrando-se em minhas narinas. Lábios quentes tocaram minha nuca, fazendo-me arrepiar.

– Oi amor… – Suas mãos escorregaram de meus olhos e pararam em meu ombro.

Virei-me para encarar minha namorada e meu queixo caiu.

Look de Bella:

http://www.polyvore.com/cgi/set?id=22055005

Puta merda, como aquela mulher conseguia ficar mais linda do que já era?!

– Filho, é feio secar uma mulher assim… – Esme cutucou-me rindo.

– Uau… – Mordi os lábios – Você está linda amor.

– Digo o mesmo. – Bella sorriu e ruborizou.

– Eita, porque eu a não conheci antes… – Meu irmão abriu a boca – Bellita tu ta linda.

– Valeu Emm.

– Emmett, comporte-se!

– Bem, eu e Esme vamos entrar.

Meus pais abraçaram Bella e entraram na escola. Voltei a passar os olhos no corpo de minha namorada e gemi.

PDV Bella

Edward estava me deixando super sem-graça com o jeito que me olhava.

– Filho, é feio secar uma mulher assim… – Esme cutucou o meu namorado.

– Uau… – Edward exclamou mordendo os lábios – Você está linda amor.

Eu não tinha avaliado Edward, mas ele estava muito gostoso de terno e gravata.

Edward: http://universetwilight.files.wordpress.com/2009/07/kiss18.jpg?w=450&h=686

– Digo o mesmo. – Sorri sentindo meu rosto arder.

– Eita, porque eu a não conheci antes… – Emmett se aproximou abraçando-me – Bellita tu ta linda.

– Valeu Emm.

– Emmett, comporte-se!

– Bem, eu e Esme vamos entrar.

Carlisle e Esme abraçaram-me e entraram na escola com Emmett em seu encalço. Joguei meus braços ao redor do pescoço de Edward e arrastei meus lábios de seu pescoço até sua orelha – pude ouvi-lo arfar.

– Acho que tenho um fetiche… – Mordi o lóbulo de sua orelha.

– Hmmm… – Gemeu passando seus braços ao redor de minha cintura. – Qual amor?

– Gravatas… – Sussurrei. – Estou louca para tira-lá.

Ele riu.

– Comporte-se Srta.Swan. – Ele afastou-se e olhou sobre meu ombro – Seus pais estão vindo aqui.

O abracei de lado, enquanto meus pais se aproximavam.

– Edward, como está ? – Charlie estendeu a mão para meu namorado, que a pegou.

– Ótimo Sr.Swan. – Edward sorriu para meu pai e olhou para minha mãe – Boa noite Sra.Swan.

Renée olhou Edward dos pés a cabeça e deu as costas, entrando na escola.

Meu namorado passou as mãos pelo cabelo, uma mania que fazia quando estava nervoso.

Bufei.

– Edward me desculpe por isso… – Charlie tentou se desculpar, meio sem graça.

– Sem problemas Sr.Swan.

– Pai, nós vamos entrar, precisamos nos preparar. – Beijei a bochecha de Charlie e sai puxando Edward. – O que será que minha mãe comeu?!Só pode ter sido merda! Pra que te tratar assim?! Você não fez nada a ela. Será que ela não vê que te maltratar só fará com que eu me aproxime mais e mais de você?!

– Eu já não ligo. – Edward se colocou atrás de mim e pousou a cabeça em meu ombro – Logo será só nós dois.

– Você tem razão.

[…]

– Edward Cullen. – O diretor chamou meu namorado que saiu da fila e caminhou até ele para pegar seu diploma.

PDV Edward

Segui Bella com os olhos, ela pegou seu diploma e desceu do palco graciosamente, se bem que eu a preferia sem aquela beca…

– Enfim formados! – Gritou enquanto me agarrava e beijava minha boca, foi meio estranho ver a galera assoviando.

– É NOIS NA FACUL! É NOIS NA FACUL!

Eu e Bella nos separamos para ver meu irmão puxando o coro.

– Então… pronta para ser minha?! – Abracei-a com força – Se aceitar não terá volta…

Ela riu deliciosamente.

– Mais que pronta.

Nos beijamos mais uma vez e ficamos abraçados por um tempo.

– Ham… desculpem atrapalhar.

Separamos para encarar Charlie, Renée, Esme e Carlisle.

– Ah sem problemas. – Sorri.

– Que tal irmos todos para um restaurante, depois deixamos vocês aqui no baile. – Charlie propôs, olhei para minha mãe, que não se manifestou.

– Por mim tudo bem. – Sorri entrelaçando meus dedos com os de Edward. – Carlisle e Esme vocês aceitam?!

– Eu não acho uma ideia coerente… – Esme murmurou.

– Por favor, eu insisto. – Charlie sorriu – Aposto que Bella ficaria muito feliz se vocês fossem conosco.

– Concordo! – Exclamei.

– Então tudo bem, nós vamos. – Carlisle finalizou.

– Vão aonde…?! – Emmett se aproximou enquanto mexia em seu celular.

– A um restaurante. – Respondi. Curiosa, inclinei-me para ver o que ele fazia – O que está fazendo?!

– Minha loira está indo para Stanford, eita, vou conhece-lá. – Guardou o celular e abraçou a mim e a Edward – Vai ser muito irado! Pelo menos não vou mais ficar de vela.

Edward e eu rimos.

– Certo Emm.

– Então vamos?! – Meu pai indagou.

– Sim.

[…]

– Então, quando viajam para Massachusetts? – Meu pai indagou.

– Daqui duas semanas. – Edward respondeu empolgado.

– Vai ser tão triste deixar meus filhos irem para longe de mim… – Esme murmurou com a voz embargada…

Eu ri, Edward fez careta, Emmett… bem, Emmett estava olhando minha mãe de uma forma estranha, seus olhos estavam cerrados e sua boca fazia umas caretas.

– Agora eu descobri o por que… – Murmurou serio.

– O porquê de quê?

– O porquê de dona Swan ser sempre tão irritada…

Mordi os lábios. Edward beliscou o irmão, o a expressão de Carlisle e Esme eram de incredulidade, a de Renée era indecifrável, já Charlie parecia se divertir.

– Qual é a sua teoria?! – Meu pai indagou a Emmett.

Arregalei os olhos espantada, não ia vir coisa boa a seguir.

– Tio Charlie, tu não ta dando mais no coro né?!

Tampei minha boca prendendo o riso. Minha mãe pareceu se zangar um pouco, já Charlie não perdeu o sorriso do rosto.

– Que nada, eu ainda dou no coro.

– Ew! – Exclamei tampando os ouvidos.

– Nada que você não tenha feito. – Charlie murmurou.

– É claro que ela não fez ainda, não é Bella?! – Minha mãe indagou no exato momento em que dei um gole na bebida que estava em meu copo.

Engasguei com a coca.

– Bella, respira! – Edward bateu em minhas costas.

– HAHA! – Emmett começou a gargalhar – Bella virgem?! Então papai Noel existe!

– Acho que esse não é a hora, nem o momento propicio para conversar sobre esse assunto. – Charlie finalizou o assunto, e eu o agradeci mentalmente, afinal, minha mãe ia fazer um escândalo se soubesse que eu perdi a virgindade – há muito tempo – e nem contei a ela.

O Resto do jantar passou rápido e um tanto estranho. Renée parecia pensativa e aquilo me enervava. No que tanto ela pensava olhando de mim para Edward?! Trinquei os dentes.

– Pai, podemos ir?! – Indaguei.

Charlie e Carlisle já haviam dividido e pago a conta, além de que eu estava doida para agarrar meu namorado.

– Sim querida.

[…]

– Tenham uma boa festa! – Esme abraçou-me.

– Obrigada. – Retribui ao abraço, logo nos afastamos.

Renée me abraçou.

– Bella, será que podemos conversar, a sós?! – Sussurrou em meu ouvido.

Suspirei.

– Claro.

Esme e Carlisle entraram em seu carro. Charlie já estava ligando o carro. Emmett já havia sumido, ou seja, estava somente eu, Edward e Renée.

– Bella, vou te esperar lá dentro. – Edward beijou minha testa e entrou na escola. A festa de formatura estava rolando na enorme quadra da escola.

– O que quer falar comigo?! – Indaguei curiosa.

– Vou ser direta. – Minha mãe segurou meu braço – Quero que termine com Edward.

Eu ri.

– Mãe desista nada que você faça fará com que eu me separe de Edward. – Puxei meu braço de seu aperto – Logo estaremos bem longe.

– Não Isabella, eu não estou pedindo! – Renée aumentou o tom de voz. – Eu estou te mandando terminar e pronto.

– E eu já disse que NÃO! – Gritei a ultima palavra – O que há com você?! Só porque não é feliz não significa que eu também tenha que ser infeliz! – Esbravejei – Edward é o amor de minha vida!

– Eu já disse o que você deve fazer! Não adianta discutir.

Senti meus olhos começarem a marejarem por conta da enorme raiva que estava sentindo.

– Eu vou ter que repetir?! – Vociferei – EU.NÃO.VOU.TERMINAR.COM.EDWARD!

Dei as costas para ela.

– Nem que ele perca a bolsa em Stanford?! – Indagou irônica – Sabe… sem querer.

Estaquei. Girei em meus calcanhares e voltei até ela.

– O que você disse?!

– Que se você não terminar com Edward ele pode perder a bolsa em Stanford sem querer. Seria fácil e infalível. Você não foi aceita em Yale, então não iria com ele, de qualquer forma se separariam.

– Você não faria isso… – Murmurei descrente.

– Faria isso e muito mais para afastar você de um rapaz pobre que só que extorquir dinheiro de você.

Agora, as lágrimas caiam livres. Ela não seria capaz de fazer isso…

– VOCÊ NÃO TEM COMO FAZER ISSO!

– Tenho, como vou. Claro, se você cooperar, ele pode continuar com sua bolsa em Stanford e ir para Massachusetts, você ira comigo e com Charlie para Los Angeles e frequentara UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles)

– Eu não acredito que… – Minha voz foi interrompida por um soluço alto.

Dei as costas novamente para Renée, entrei na escola e sentei-me em um pequeno banco que havia ali.

Porque tudo isso agora?

Quantos planos nós dois fizemos para que agora minha mãe me jogasse contra a parede com uma ameaça tão baixa.

O pior é que sabia que eu nunca faria algo que prejudicasse o futuro de Edward, ele sempre quis ser advogado, e não seria eu quem o privaria desse sonho.

PDV Edward

Já se passaram quase 20 minutos que eu havia entrado e Bella ficara conversando com Renée, quando tomei a decisão de ir ver o que esta acontecendo Bella entrou na quadra, não pude ao certo ver seu rosto – por conta da escuridão – mas pela roupa a reconheci.

Ela veio até mim, quando estava perto suficiente, se jogou em meus braços, abraçando-me com força.

– Bella, você está bem?! – Perguntei em seu ouvido.

– Shh… – Ela se separou um pouco para colar nossos lábios. Sua língua estava sedenta pela minha, e quando o ar começou a falta, separamo-nos. – Eu te amo!

Sorri. Apertei meus braços ao seu redor e colei nossas testas.

– Eu também te amo.

– Olha Edward… – Sua voz demonstrava que ela estava triste com algo, com certeza Reneé tem culpa nisso – Não importa o que aconteça daqui para frente, eu te amo.

Franzi a testa confuso.

– Amor… – Segurei seu rosto em minhas mãos – Aconteceu algo?!

– Não! – Respondeu rapidamente. – Eu só queria deixar claro o que sinto.

Mordi sua bochecha e a balancei de um lado para o outro.

– Obrigada por me amar… – Beijei seu nariz – Não sei o que seria de mim sem você.

Falei algo de errado?!

Porque Bella estreitou seus braços ao meu redor?!

– Vamos sair daqui?! – Propôs.

– Já quer ir embora?! – Indaguei tristonho.

Ela riu.

– Não, tenho planos melhores. – Sorriu maliciosa.

– Hmm… estou começando a me interessar.

– Vem, confia em mim ou não?!

– Sempre amor.

Bella colou nossos lábios novamente. Entrelaçou nossos dedos e saiu me puxando para fora do ginásio.

– Vamos pegar um taxi. – Bella avisou.

– Você quem manda. – Dei de ombros.

O ponto de ônibus não ficava muito longe, pegamos um taxi, Bella passou o endereço e se aconchegou em meus braços.

– Eu prometo fazer dessa noite a melhor. – Bells mordeu meu pescoço – Quero te ter a noite toda, de todas as formas possíveis, e quantas vezes conseguirmos.

Olhei para ela. Bella estava estranha. Senti um frio percorrer minhas costas.

Mas se ela queria me dar uma noite incrível, quem era eu para reclamar?! Eu era o sortudo nessa historia. Eu quem tirei a sorte grande de conhecer a garota dos meus sonhos, e se Deus quisesse, logo seria só minha.

N/A: Então?! Mereço Review?! Estrelinhas?! Recomendações?!

Sim, falta pouco para o fim da 1º Fase. 🙂

Beiijoos

P.s: A beta (kah) vai me matar, ela nem betou o capitulo ainda huahua!

õ/

Mais informações: http://www.caahcocenza.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: