Capitulo 24

Capitulo 24 – O Casamento de Emmett (Part I)

Acordei cedo, aproveitei para ir falar com avô de Margareth e ela autorizou. Fui ajudar Alice a arrumar Rosálie. Quando voltei para meu apartamento, passei no apartamento de Margareth e a chamei. Nos duas nos arrumamos no meu apartamento.

– Margareth, vamos para o apartamento do Rob, de lá vamos nós três para a Igreja.

– Eu não gosto dele… – Ela fez uma careta.

– Pelo menos finja. – Dei de ombros. Quando abri a porta do meu apartamento dei de cara com Kristen e Edward, se agarrando no corredor. Revirei os olhos e soquei a porta, os dois deram um pulo.

– Que susto! – Kristen reclamou, levando as mãos ao peito.

– Desculpa, foi o vento. Vamos Margareth! – Caminhei para o elevador, senti dois pares de olhos em mim, mas não me virei, eu sabia que era Edward. Descemos para a garagem, entramos em meu carro e fomos para o apartamento de Robert. Eu não ia terminar com ele, eu iria me casar e aprender a ama-ló, assim como ele me ama.

– Não acredito que o Beward estava com a língua na boca dela. Ew!-Disse Margareth fazendo cara de nojo.

– Margareth, não vamos comentar sobre isso… -Eu disse desviando o relâmpago do brilho triste q apareceu em meus olhos .

PDV Edward.

Cheguei da casa de Emmett, tomei um banho e me troquei. A campainha tocou, abri a porta e Kristen estava lá.

– Oi amor.

– Oi Kris. -Dei um beijo em seu rosto e sorri. Kristen achou pouco, me jogou contra a parede e esmagou seus lábios contra o meu. Fiquei sem reação, só retomei minha atenção quando ouvi um barulho de porta batendo.

– Que susto. – Kris deu um pulo. Olhei por cima de seu ombro e vi Bella.

– Desculpa, foi o vento. Vamos Margareth. -Elas foram andando até o elevador segui Bella com meus olhos, ela estava linda. Usava um vestido lindo que deixava suas pernas expostas.

– Hello. Terra chamando Edward! – Pisquei confuso e encarei Kris.

– Me desculpe amor. Vamos?-Fomos para a casa de meus pais.

– Onde está Bella? – Minha mãe indagou. – Pensei que ela viria para cá.

– A vi saindo com aquela pirralha.-Disse Kris com cara de nojo

– É Margareth, Kris não a chame assim.

PDV Margareth

Chegamos ao apartamento do Robert, ele abriu a porta todo sorridente.

– Oi amor! – Beijou a boca da Bella. Eca.

– Oi Rob. Trouxe Margareth, se importa?-Perguntou ele sorrindo.

– Claro que não amor. – Ele sorriu, depois se virou para mim e agachou a minha altura – Oi pequena, quer beber algo?-perguntou ele fingindo ser legal comigo.

– Um refrigerante.-pedi

– Entrem… Vou pegar.-Ele e Bella foram para a cozinha, me sentei o sofá. Encima da mesinha de centro havia dois envelopes. Ah… Vocês sabem como são as crianças da minha idade. Estou aprendendo a ler agora, então tudo que acho eu quero ler.  Sabe como é que é… Para melhorar meu vocabulário. Mentira eu que sou curiosa mesmo. Abri o 1º envelope e tinha umas palavras esquisitas, em um tom escuro. Abri o 2º envelope e tinha um monte de números. Eita! Agora fiquei mais curiosa ainda.

– Vou levar para alguém que saiba me explicar o que significa essas palavras. – Dobrei os dois envelopes, levantei meu vestido e coloquei dentro da calcinha. Hahá! Esconderijo perfeito.

– Margareth o que está fazendo?-Ops… Bella me pegou com a boca na butija, ou melhor com a mão na…

– Ta coçando! – Dei um sorriso amarelo e fingi me coçar “lá”. Vi que ela estava tentando manter a pose autoritária e não rir.

– Ok, mas não faça assim. Vá ao banheiro e lave as mãos.-Disse ela.Sai dali rapidinho, mas… Onde fica o banheiro?!Abri uma porta e vi Robert. Ele estava nervoso no celular.

– É claro que eu recebi meu exame… PORRA EU SEI QUE SOU ESTÉRIL!-Gritava Robert ao telefone.Hein? Estético? Hump… Nervosinho.Sai dali e encontrei o banheiro. Lavei minhas mãos e voltei para a sala.

– Lavou as mãos?-Perguntou Bella,assim que voltei pra sala

– Sim Bells. É que… – pensa, pensa. – Eu to com verme.-A qual é, foi à primeira explicação que veio em minha cabeça, sempre que eu estava arretada minha vó dizia “Sossega o faixo menina, parece que ta com verme na piriquita”.

– Nossa, isso é péssimo… – Ela fez uma careta que me fez rir.

[…]

– Quem vai casar Bells? – Indaguei.

– Meu irmão. Emmett – Ela respondeu enquanto entravamos no carro.

– O grandão que me deve 20 pratas?-Perguntei fazendo bico

– Ele mesmo.-Disse ela rindo.

– Mercenário, me enrolou aquele dia…-Eu disse ainda emburrada.

– Margareth não use esse vocabulário minha linda.-Disse Bella,carinhosamente.

– Desculpa tia Bells…-Não demorou muito para o carro parar enfrente a uma linda igreja. Saímos do carro e logo eu avistei minha mais nova amiga: Caah.

– Bells posso ir falar com Caah?-perguntei com os olhinhos brilhando.

– Cuidado, ela é perigosa.-Disse Bella hilária

– Pode deixar!-Eu disse lhe dando uma piscadela.Sai saltitando até Caah e ela estava de mãos dadas com um homem bonito, se deu bem…

– Caah, posso falar com você um instante?! – Perguntei enquanto puxava o braço dela.

– Claro. Pode falar.-Disse ela sorrindo a me ver.

– Não aqui, tem que ser em um lugar mais… Reservado.-Eu sussurrei no ouvido dela.Ela olhou para os lados e saiu me puxando. Fomos atrás da igreja.

– O que quer falar?

– O que significa histérico? – Perguntei.

– Ah, é uma pessoa nervosa – deu de ombros.

– Mas não era histérico, era algo como… Estéril.-Eu disse me lembrando da palavra certa.

– Oh, isso é o nome que se da a um problema que o homem não pode ter filho.-Disse ela pensativa.

– Yay! – Comemorei. Pelo menos se Bella casasse com Robert, eu poderia ser sua filha.

– Por quê? – Caah se agachou a minha altura.

– É que eu e Bella estávamos no apartamento do Rob, ai eu o ouvi dizer isso no telefone.-Expliquei

– OMG! O que ele disse?-Disse ela arregalando os olhos.  – Algo assim… “Porra eu recebi os exames, já sei que sou estéril” – Imitei a voz dele.

– O.M.G! – Vi o rosto dela ficar branco.

– Espera eu tenho outra coisa que queria te mostrar.-Enfiei a mão na calcinha e Caah me olhou estranho, revirei os olhos e tirei de lá os dois envelopes. Abri um e li a palavra.

– O que significa “Fa-len-cia”? – Indaguei.

– OMG! Deixe ver isso! – A sem educação tomou os papeis da minha mão.

– AAAH! MARGARETH, VOCÊ ACABA DE SE TORNAR UMA POWER RANGER!-Gritou ela feliz.

– Posso ser a rosa?-Perguntei com os olhinhos brilhando.

– Essa já é a Alice.-Disse ela.

– Então sou a lilás.-Eu disse dando um sorriso radiante.

– Posso ficar com esses papeis?! – Ela perguntou. – Te dou 20 pratas em troca.

– Feito. – Estendi a mão.

– Tome. – Abriu a pequena bolsa e me passou o dinheiro. TO RICA!Voltei saltitante até Bella.

– Aonde você foi? – Ela me perguntou.

– É que eu e a Caah temos o mesmo problema.-Eu disse tentando achar uma desculpa.

– Qual?-Indagou

– Vermes…-Foi à primeira coisa que me veio à cabeça.

– Eca! Vamos esquecer esse assunto ok? Depois compramos os remédios para vocês.-Disse ela divertida.Dei de ombro.

PDV Alice.


– Alice, Alice, Alice. – O que é um pontinho amarelo vindo correndo em minha direção? Ah é a Caah.

– Oi?-Cumprimentei.

– Olha o que Margareth conseguiu. – Mostrou dois envelopes. Abri um e vi que era um alerta de falência da empresa de… Robert.

– OMG! Aqui está a prova que precisamos! – Comecei a quicar.

– Calma olhe isso. – Peguei a outra carta e abri… OMG, Ele é estéril!

– OMG! Ele é estéril!-Eu disse quase gritando.Algumas pessoas olharam em minha direção,dei um sorriso sem-graça

– Sim, mas eu estava pensando em outra coisa. Tipo… Que tal eu editar essa carta e imprimir com o nome de Edward, assim mentiríamos que ele é estéril e jogaríamos Kristen contra a parede, fazendo com que ela conte a verdade.-Disse ela pensativa.OMG! Minha amiga é demais!

– AAAH! Perfeito!-Ficamos feito duas doidas ali, comemorando na calçada da igreja.

PDV Bella.


Todos já começaram a entrar na igreja, meu irmão estava impaciente.

– Calma Em, vai dar tudo certo maninho… – Dei um beijo em sua testa e o abracei.

– Obrigada Bells. – Vi seus olhos marejados.

– Agora entre lá e espere sua mulher.-Sorri tranqüilizador pra ele.Ele me deu mais um abraço e entrou.

– Oi Bella, Robert. – Olhei para trás e vi Kristen sorrindo.

– Oi Kristen, Edward. – Rob cumprimentou.

– Oi. – Disse Edward

– Oi. – Eu disse.Nesse momento o carro da noiva chegou, olhei ao redor e todos já estavam lá dentro.

– Tchau amor. – Rob me deu um beijo e entrou na igreja.

– Tchau Ed. – Kristen fez o mesmo com Edward. – Vamos… – Estendeu o braço para mim, eu aceitei.

Posicionamos-nos na entrada da igreja, assim como Alice e Jasper, logo atrás estavam Rosálie com seu pai. Ela estava linda.A marcha nupcial começou a tocar, Edward e eu entramos primeiro, sorrindo para todos.

A cerimônia foi perfeita, não teve como não soltar umas lágrimas. Ver um casal tão bonito como Emmett e Rose formavam e como o amor deles é lindo, era uma cena muito perfeita. Na hora dos votos foi o momento mais mágico de toda a cerimônia! Chorei litros, ainda bem que a maquiagem era a prova d’água.

– Posso beijar a noiva? – Em indagou.

– Ainda não meu jovem… – O padre respondeu.

– E agora?-Perguntou ele impaciente.

– Ainda não… – O padre começou a ficar nervoso. – Ah, que saber! Eu os declaro marido e mulher.

– Agora posso beijar?-Perguntou ele sorrindo.

– Pode…-Disse o Padre revirado os olhos.Meu irmão puxou Rosálie pela cintura e deu um beijo cinematográfico nela.Todos os convidados cumprimentaram os recém-casados.

– Está acorrentado agora maninho.-Eu disse o cumprimentando.

– Oh Bella, não me lembre disso.-Disse ele risonho.Joguei-me em seus braços e dei um super abraço nele.

– Parabéns…-Eu disse não me contendo e dando um forte abraço nele.

– A próxima é você, Bells. – Olhei para trás e vi Rob sorrindo. – Ou vai me deixar no altar?-Perguntou ele divertido.

– Não vou te deixar no altar amor. – Sorri para ele.

– Rose! – Emmett cutucou Rosálie.

– Sim amor?-Perguntou ele se virando pra ele sorrindo.

– Podemos ir para a lua de mel?-Perguntou ele impaciente.

– Ainda não…-Disse ela revirando os olhos.

– Merda…-Resmungou começando a ficar de emburrado.Emmett pegou Rosálie no colo e saiu pela porta da igreja, onde já haviam pessoas esperando por eles para jogar arroz.

[…]

Estávamos todos no salão em que meu irmão alugou para fazer a festa. Eles não haviam chegados ainda, olha que eles foram os primeiros a sair da igreja.

– Bella! Bella! – Alice vinha correndo em minha direção.

– Oi?-Perguntei. Ali vinha bomba.

Anúncios
  1. essa pirralha é fogo !!!
    posta o proximo!

  1. Pingback: Avisinho… «

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: