Capitulo 25

Capitulo 25 – Casamento de Emmett (part II)

Alice me levou até os outros e me forçou sentar na cadeira, eu tinha me mantido longe da mesa onde estavam todos.

– Até quem fim apareceu… – Caah me deu um tapa na nuca.

– Hei! – protestei enquanto alisava minha nuca.

Assovios e aplausos anunciavam a chegada dos recém-casados.

Vi meu irmão correndo até um pequeno palco e pegando o microfone.

– Desculpem pela demora, eu estava tentando persuadir minha mulher para irmos direto para a lua-de-mel, mas ela não quis. – fez bico.

Todos riram de sua atitude, e Rosálie deu a língua para ele.

– Eu e Rosálie, gostaríamos de fazer tudo diferente. Queríamos convidar nossos padrinhos a estrearem a pista com a gente. – Ele sorriu para nós. – A verdade é que ela não sabe dançar então tive essa brilhante idéia de convidar eles, assim a atenção de vocês estariam em outros casais.

Eu ri quando Rosálie socou o braço dele, mas logo esse sorriso desapareceu de meus lábios quando vi Edward se levantar da mesa e vir para meu lado.

– Me concede essa dança? – Estendeu a mão para mim. Mordi os lábios, insegura e aceitei.

– É isso ai! Team Beward! – Lancei um olhar reprovador para Margareth, que se encolheu toda.

A pista estava vazia, Edward, eu, Jasper, Alice, Rosalie e Emmett nos posicionaram. Os olhares de todos os convidados estavam fixos nos três casais parados na pista. Mas eu podia sentir que os que conheciam minha história com Edward estavam com os olhos presos em nós.

Os suaves acordes da música começaram a soar pelo salão. Eu conhecia aqueles toques, mesmo sem ter voz.

***

OUÇAM! PARA DAR O CLIMA

[Richard Marx – Right Here Waiting]

Link sem o cantor


Link com cantor

http://www.youtube.com/watch?v=8i4fK4Fc7Ms

***

Edward passou seus braços ao redor de minha cintura, me puxando para mais perto. Passei meus braços ao redor de seu pescoço e deixei meus olhos se perderem nos dele. Eu podia ver vários sentimentos passar ali; amor, dor, paixão, desejo, culpa… Edward começou a cantar em meu ouvido, acompanhando a melodia da musica.

Oceanos nos separam dia após dia

E vagarosamente estou enlouquecendo

Escuto sua voz ao telefone

Mas isso não para minha dor.

Arrepiei-me toda ao sentir suas mãos deslizando pelas minhas costas enquanto cantava. Seus olhos não perderam o contato do meu nem um segundo qualquer. Senti meus olhos marejarem.

Se te vejo mais perto do nunca

Como podemos dizer para sempre?
Onde quer que vá

O que quer que faça

Estarei bem aqui esperando por você

O que quer que aconteça

Ainda que machuque meu coração,

Estarei bem aqui esperando por você.

As lagrimas que eu tentava prender, agora escoriam pelo meu rosto. Porque ele estava fazendo isso comigo? Já não era dificil para nós dois? Porque complicar mais? Porque fazer meu coração sangrar mais do que de costume? Desci meus olhos para nossos pés. Ouvi um soluço e de subto levantei o rosto vendo que ele também chorava. Pessoas alheias a nosso relacionamento murmuravam coisas, mas eu não estava nem ai.

Admiti, todo o tempo

Que pensava suportar de alguma forma

Escuto risos, provo lágrimas

Mas não posso estar perto de você agora.
Ho! Não pode ver querida

Que está me deixando louco?

Sem ser capaz de olhar mais em seus olhos, repousei minha cabeça em seu ombro, sentindo o cheiro de seu perfume me embriagar, fazendo que todos nossos momentos juntos viessem átona, momentos que nunca mais repetiriam-se, momentos que levarei para todo sempre na minha memória e em meu coração.

Onde quer que vá

O que quer que faça

Estarei bem aqui esperando por você

O que quer que aconteça

Ainda que machuque meu coração,

Estarei bem aqui esperando por você.

A música já estava no final, eu via mais casais vindos para a pista, mas não me afastei de Edward, ao contrario, apertei meus braços ao redor de seu pescoço. Eu também estaria com ele para sempre, mesmo que fosse só no pensamento. E o que quer que aconteça, eu sempre o amarei…

– Me desculpe… – Ele sussurrou em meu ouvido.

– Pelo que exatamente? – Indaguei enquanto limpava as lágrimas com a costa de minha mão.

– Por tudo que fiz, por tudo que você sofreu, por ser um idiota, imprudente e agora… não poder estar ao seu lado.- Afastei dele para encará-lo, seu rosto estava todo molhado pelas lagrimas que escorriam.

– Não tenho a que lhe perdoar… – Balancei a cabeça negativamente. – Só tenho que agradecer por ter me feito tão feliz enquanto pode, por todas as palavras ditas, por cada toque…

– Mas tudo é culpa minha. Se eu não tivesse sido idiota, infantil, há quatro anos, você seria minha. Ou se eu tivesse sido prudente e irresponsável, teríamos nos resolvido, poderíamos estar juntos, felizes. – Ele balançava a cabeça descontroladamente.

– Edward, se foi isso o que o destino nos proporcionou, é porque é assim que deve ser.-Eu disse o fitando,enquanto ele enxugava minhas lágrimas.

– Mas poderíamos mudar tudo, ir contra o destino, mudar todo o rumo da nossa historia, só basta você dizer sim. – Me olhou com expectativa. – Eu agarraria sua mão e sairíamos correndo daqui. A levaria para bem longe, e poderia ser só eu e você.

– E magoar as pessoas que nos ama? Abandonar o seu filho? Deixaria Kristen sozinha, com um filho para cuidar? – Indaguei, ele ficou quieto, eu sabia que mesmo ele me amando, ele já tinha uma ligação por esse filho e não seria eu a afastá-los.

– Só quero que se lembre que eu te amo, e sempre vou amar. – Senti o gosto salgado em minha boca, eram as lágrimas que novamente caiam.Em um movimento rápido Edward me puxou para seus braços, abraçando-me com força, retribui o abraço com a mesma intensidade.

– Eu te amei, te amo e te amarei para todo o sempre… – Sussurrou em meu ouvido. Dei um beijo em seu rosto e me afastei. A música já havia acabado a não sei quanto tempo. Vi Emmett se aproximar.

– Ei, pare de monopolizar Bella, eu quero uma lasquinha também. – Abriu aquele sorriso que faria até a pessoa mais rabugenta do mundo sorrir também. – Deixe me dançar com minha irmã. – Edward sorriu para ele e se virou novamente para mim. Deu um beijo demorado em minha testa e afastou-se, indo em direção a Rosálie e tirando ela para dançar.

– Bella… – Passei meus braços por sua cintura e enterrei meu rosto em seu pescoço. – Não fique assim mana. – Sua voz estava embargada.

– Não da Emm, imagina se você e Rosálie não pudessem ficar juntos? – Tirei meu rosto de seu pescoço e o encarei.

– Eu me sinto tão culpado… Eu me lembro da promessa que fiz, “Nunca vou deixar você sofrer“, aquele dia no carro e eu não cumpri com minha promessa.

– Emm, a culpa não é sua, aconteceu o que tinha que acontecer. Pare de se culpar e tire essa aparência triste do seu rosto, hoje é seu casamento, o dia mais feliz de sua vida. – Minhas palavras o acenderam, e ele abriu aquele sorriso gigante e louco.

– Você me fez lembrar algo, que eu e Caah ensaiamos. Vamos arrebentar!-Ele me deu um beijo na testa e saiu pela multidão. Voltei a me sentar-se à mesa, e só Margareth estava lá.

– Oi. – Falei.

– Oi… ér… – Ela se aproximou de mim e tocou meu rosto. – Não fique triste Bella, o que tiver de ser será.-Disse ela carinhosamente.

– Hein? – Indaguei confusa, ela gargalhou.

– Não sei, ouvi isso na TV, eu sempre quis dizer isso. – Deu de ombros. Ela era hilária, a puxei para meu colo e fiz cócegas.

De repente uma musica estranha começou a tocar

Parangolé – Rebolation


Olhei para o palco e vi meu irmão com Caah. OMG! Eles estavam dançando aquela musica esquisita?!

– Vai lá Caah. – Meu irmão berrou. – Coloca a mão na cabeça porque vai começar…

A musica era até que animada, mas não entendi porque só ficava cantando “Rebolation é boom boom”. Medo!

– Vai lá Caah! Vai começar… – Os dois deram uma paradinha, colocaram a mão na cabeça. – O Rebolation, o Rebolation…OMG! Emmett sabe rebolar?!

Todos da festa fitavam os dois mulucos que dançavam no palco. Eu sinceramente não conseguia entender o que o maldito cantor cantava. Margareth desceu do meu colo e correu para o palco, e pegou o refrão dançando igual a eles. Eu ri.

Tirei meus olhos do palco e percorri a festa toda. Vi Edward e Kristen se beijando…

[…]
Já não sabia se era meu 9º ou 10º copo de algo que ardia a garganta.

– Bella, acho melhor parar de beber… – Rob tomou o copo de minha mão. – Vem, vamos levar Margareth embora.

Rosálie e Emmett já não estavam mais na festa, de tanto Emm insistir para ir logo a lua-de-mel ela cedeu.Sem nos despedir de ninguém, chamei Margareth e fomos para o carro. Rob e eu levamos Margareth até a porta de seu apartamento. – Boa noite princesinha… – Beijei sua testa.

– Bella sua voz ta engraçada. – Ela riu. – Beijos. – deu um beijo no meu rosto.Esperei ela entrar em seu apartamento e segui para o meu, com Rob em meu encalço.

Abri a porta e me virei para trás, mas não consegui ver Rob, eu via Edward, e em um movimento desesperado, puxei ele pela gola da camiseta e o beijei. Definitivamente não era Edward. Seu beijo estava diferente…

Entramos ainda nos beijando dentro do meu apartamento, Edward ou Rob, sei lá quem, fechou a porta. Caminhamos um pouco , Robert enfiou a mão embaixo de meu vestido e suspendeu, levantei os braços, dando acesso para que Edwa… Rob o tirasse. Logo senti a cama em minhas costas.

Quando abri os olhos vi Robert. Rapidamente fechei, e quando abri, vi Edward. Merda! Será que estamos revesando?! Abri os olhos novamente para conferir, e enxerguei Edward. Avancei loucamente contra ele, beijando com desejo e fúria, me entretendo por completo… Quando estava prestes a chegar ao orgasmo, retornei a abrir os olhos, e para minha total decepção, encontrei Robert, era ele o tempo todo, nunca fora Edward.

Senti meu corpo estremecer, e logo estávamos ofegantes. Rob caiu no sono e eu o empurrei suavemente, tirando ele de cima de mim. Eu estava com repulsa de mim mesma. Transei com Robert pensando em Edward… Sentia-me uma vadia.

Afastei-me ao máximo de Robert, não que eu estivesse com nojo dele. Eu estava com nojo de mim, ele não merecia tudo isso que estou fazendo com ele.

Levantei-me da cama e fui para o banheiro, eu precisava tomar um banho para passar o efeito da bebida e o cheiro e sexo que emanava de meu corpo.

[…]


Robert já tinha ido embora disse que tinha que ir a Seattle.

Arrumei-me, peguei meu carro e fui para a casa de Esme, todos estavam lá, exceto Rosálie e Emmett, obvio.

– Cadê Alice? – Perguntei a Esme.

– Ela acabou de subir com Caah, estão no quarto.-Ela respondeu gentilmente.

– Obrigada Esme. – Subi as escadas e me dirigi ao antigo quarto de Alice. Foi como um Deja vú. A porta estava entreaberta e as duas conversavam lá.

– Ela vai pirar. – Caah falava para Alice.

– Edward estéril, isso é uma pena…!- OMG! Estéril?! Então como Kristen… Ouvi passos se aproximando, entrei na porta oposta, que era o banheiro. OMG! Se Edward é Estéril, de quem é o filho de Kristen?!Não, eu não poderia ficar dando bola para as coisas que saiam da boca de Caah e Alice. Edward estéril?! Isso nunca,tenho certeza, se não ele saberia, e não teria feito planos de ter filhos comigo.

PDV Caah


– Edward estéril, isso é uma pena… – Alice fez cara triste.Logo depois explodimos numa gargalhada gostosa, por conta da nossa zoação

– Nós somos do mal, Nós somos do mal, Nós somos do mal! – Comemorava.

– Não Caah, a gente é do bem. Estamos ajudando Bella e Edward. -Disse ela revirando os olhos. – É… – Sorri largamente. – É hora da nova dancinha… – Coloquei a mão na cabeça. – O Rebolation…

– Você e suas loucuras… – Alice revirou os olhos novamente.

– É cultura Baby, já disse que amo o Brasil?!-Perguntei me lembrando das maravilhas de lá.

– Muitas e muitas vezes…

– Cale a boca e aprecie meu trabalho. – Tirei de minha bolsa o exame falsificado, Alice abriu e me encarou com um sorriso medonho.

– Você é demais… -A admitiu.

– É eu sei, mas não espalha ok?!-Por algum motivo ela revirou os olhos… Humpf! Louca era ela, fazendo isso toda hora.!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: