Capitulo 1

Capitulo 1 – Decisões

– Talvez devamos voltar ao Rio e procurar um médico – Ele sugeriu, ansioso, enquanto eu lavava a boca depois de vomitar. Sacudi a cabeça e fui para o corredor. Médicos significavam agulhas.

– Vou ficar bem depois de escovar os dentes.

Quando minha boca estava com um gosto melhor, procurei em minha mala um kit de primeiros socorros que Alice preparara para mim, cheio de coisas humanas, como ataduras, analgésicos e – meu objetivo naquele momento – um antiácido. Talvez eu pudesse aquietar meu estômago e acalmar Edward. Mas, antes que encontrasse o remédio, deparei com outra coisa que Alice empacotou para mim.

Peguei a caixinha azul e a observei nas mãos por um longo tempo, esquecendo todo o resto. Depois comecei a contar mentalmente. Uma. Duas vezes. De novo.

– Você está bem? – Perguntou Edward através da porta. – Está enjoada de novo?

– Sim e não. – Eu disse, mas minha voz soou estrangulada.

– Bella? Posso entrar, por favor? – Agora ele estava preocupado.

– Tu… Tudo bem. – Ele entrou e avaliou minha posição, sentada de pernas cruzadas no chão ao lado da mala, e minha expressão, vazia e fixa. Ele se sentou do meu lado, a mão indo imediatamente para minha testa.

– O que foi? –Perguntou preocupado.

– Há quantos dias foi o casamento? – Sussurrei.

– Dezessete – Respondeu automaticamente – Bella, o que foi?

Eu agora estava contando. Levantei um dedo, alertando-o para que esperasse,  murmurei os números comigo mesma. Eu me enganara em relação aos dias. Estávamos ali havia mais tempo do que eu pensava. Recomecei a contar.

– Bella! – Ele sussurrou, insistindo. – Você está me deixando maluco.

Tentei engolir. Não funcionou. Então estendi a mão para a mala e vasculhei até encontrar de novo a caixinha azul de absorventes. Eu a ergui em silêncio.

– O que é? Está achando que esse mal-estar é TPM?

– Não – Consegui dizer, sufocada. – Não, Edward. Estou tentando dizer que minha menstruação está atrasada. – Sua expressão não se alterou. Era como se eu não tivesse falado. – Não acho que seja intoxicação alimentar. – Acrescentei.

Ele não respondeu. Tinha se formado numa escultura.

– Os sonhos – Murmurei comigo mesma em voz monocórdia. – O sono excessivo. O choro. Toda essa comida. Ah! Ah! Ah!

O Olhar de Edward parecia de vidro, como se ele não conseguisse mais me ver. Por reflexo, quase involuntariamente, minha mão abaixou para minha barriga.

[…]

Trim! Trim! Trim!

Reconheci o número e pude adivinhar com facilidade porque ela estava ligando.

– Oi Alice – Eu disse.

– Bella? Bella, você está bem? – Perguntou ela preocupada

– Estou. Hã. Carlisle está ai? –Perguntei

– Está. Qual é o problema?-Perguntou ainda preocupada,começando a entrar em pânico.
PDV Alice

Fazia-se 17 dias que meu irmão e Bella estavam em lua de mel. Tudo estava tranqüilo e normal… Normal até demais. Estávamos todos sentados na sala. Jasper e Emmett assistiam a um jogo dos Garots, Carlisle lia seu livro, Rosálie fazia suas unhas, Esme folheava uma revista e eu, bem eu só observava. Senti minha visão começar a perder o foco. Sinal de que eu iria prever algo.

Era tudo muito confuso. Consegui ver Edward paralisado no chão, e o resto eram borrões, não consegui ver Bella…

– Alice o que você viu? – Jasper me sacudia, sua expressão era de confusão, assim como eu estou me sentindo.

– É… É algo com Bella e Edward. – Me levantei em velocidade vampiresca e peguei o celular, discando rapidamente para o celular de Edward.

Já tinha tocado quatro vezes e nada dele atender, todos me encaravam confusos e curiosos.

– Oi Alice – Era a voz de Bella

– Bella? Bella, você está bem? –Perguntei preocupada

– Estou. Hã. Carlisle está ai? –Perguntou ela.Sua voz estava meio…estranha.

– Está. Qual é o problema? –Perguntei começando a entrar em pânico.

– Eu não… Tenho certeza absoluta. –Respondeu ela confusa.

– Edward está bem? – Perguntei ainda preocupada. Carlisle se aproximou de mim, por ter ouvido Bella perguntar dele. – Porque ele não atendeu o celular? – Indaguei.

– Não estou certa – Sussurrou ela.

– Bella, o que está acontecendo? Eu vi… – Carlisle tomou o telefone de minha mão.

– O que você viu? – a Voz de Bella agora era preocupada.

– Bella, é Carlisle. O que está acontecendo? –Perguntou ele.

– Eu… – Ela estava indecisa em falar. – Estou um pouco preocupada com Edward… Vampiros podem entrar em estado de choque? –Perguntou ela.

– Ele está machucado? – a voz de Carlisle era repentinamente urgente, todos nos viramos estatua esperando pela resposta de Bella.

– Não, não – Ela assegurou a ele. – Apenas… pego de surpresa. –Sussurrou. Mas nada que alterasse o tom para nós.

– Eu não estou entendendo, Bella. –Disse Carlisle confuso.

– Eu acho… Bem, eu acho que… Talvez… Eu possa estar… – Pude ouvir o longo suspiro de Bella. – grávida. –Completou.

Grávida? Grávida?! Impossível… Carlisle começou a fazer perguntas para Bella, as quais confirmariam suas suspeitas.

PDV Bella.

Respondi todas as perguntas de Carlisle e Edward pegou o telefone de minha mão para falar com ele…

– Bella, está sentindo dor? – Ele perguntou, preocupado assim que desligou o celular.

– Não, não… – Ele me puxou para seu peito.

– Não tema. Estaremos em casa em dezesseis horas. Você ficará bem. O Carlisle estará pronto quando nos tornamos lá. “Cuidaremos disto, e você ficará bem, você ficará bem.”

– Cuidar disto? O que você quer dizer? –Perguntei confusa.Ele inclinou para longe e olhou mim nos olhos.

– Estamos indo tirar essa coisa antes que ele possa machucar qualquer parte de você. Não fique assustada. Eu não deixarei isso te machucar.

– Essa Coisa? – Eu respirei. Ele saiu do quarto para terminar de juntar nossas coisas. Agarrei a bancada para me apoiar. Meus joelhos tremiam. Edward tinha chamado nosso filho de “coisa”. E disse que Carlisle iria se livrar dele.

– Não… – Sussurrei.

Ele não se importava com o bebê. Queria feri-lo, matar o fruto do nosso amor. O que eu podia fazer? Conseguiria argumentar com eles? E se não conseguisse? Iria perder meu bebê? Eu girei e peguei o telefone que ele deixara na bancada – era muito atípico de Edward esquecer as coisas -, ele estava estressado que parecia fora de si.Abri o aparelho e achei o numero desejado na agenda. Apertei o “send” e esperei que o telefone fosse atendido.

PDV Rosálie
Todos estavam em choque com a noticia, é impossível Bella estar grávida. Carlisle subiu para arrumar a sala onde fariam o aborto. Meu celular tocou, reconheci o numero de Edward.

– Alô? – Atendi.

– Rosálie? – Era a voz de Bella, e ela sussurrava. – É Bella. Por favor. Você precisa me ajudar, vai para um local onde da audição de todos para que possamos conversar. Rápido, ele esta vindo.

Sem esperar, disparei para fora de casa, e em coisa de segundos já estava longe o suficiente.

– Pronto Bella! –Respondi finalmente.

– Rosálie, preciso de sua ajuda. Sei que você sempre quis ser mãe, quero que me ajude a ter meu filho, Edward que tirá-lo de mim. -Disse ela, e por alguma razão eu podia sentir a dor em sua voz. Ela queria minha ajuda? Para salvar o neném?

– Bella… -Comecei

– Não diga nada Rosálie, eu só preciso da sua ajuda, caso algo aconteça comigo quando a criança for nascer. Você cuidará dele, eu sei que você pode. Confio em você.

– Tudo bem. Vou planejar algo. Não diga nada á Edward.-Eu disse.Eu não sabia o que fazer,mas iria ajudá-la

– Ok, quando chegarmos ai, não pense no assunto, tenho que desligar ele está voltando.-Disse ela rapidamente.Sem esperar por respostas ela desligou. É claro que eu ajudaria Bella, eu nunca gostei muito dela, mas era a vida de um bebê… Era a vida da única coisa que ela ia ter e eu nunca teria. Era a única coisa que eu poderia fazer por ela. E eu já estou decidida: haja o que houver, esse bebê vai nascer, nem que para isso tenhamos que sumir.

Anúncios
  1. Edzinhu não faz isso! Você iria gostar tanto da Nessie…… ou talvez do seu filho já que eu ainda não sei se vooc vai colocar o nome dela como Renesmee… Agora mesmo vou ler o segundo capitulo e mais outro e mais outro. Só fecho a internet quando vooc terminar de postar toda a fic!
    Beijos! Amando essa fic! Amoi Sorry me!
    Assim que acabar de ler Sorry me e New Braking Dawn vou ler as outras, se eu ler agora vou acabar misturando todas elas.
    PS.: desculpa pelo coment gigante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: