Capitulo 16

Capitulo 16 – Uma nova amizade.

 

E eu pensando que achar a vampiruxa ia ser difícil.

 

Não, eu não sou emo – Felizmente não convivi tanto tempo com Jasper – Essa é só uma palavra nova que inventei para não precisar ficar falando metade vampira, metade bruxa. Eu até ri, imaginando como me apelidaria se eu fosse metade vampira metade aranha: Vampiranha.

 

Mas voltando… eu estava super errada sobre o que afirmei anteriormente.

 

Achá-la fora fácil, difícil foi convencê-la a me ajudar.

 

– Ai… – Resmunguei, quando novamente fui atirada contra a parede. – Qual é…

 

– Saia daqui. – Ordenou a vampiruxa, dando-me as costas.

 

Revirei os olhos. Se ela não fosse tão forte eu batia nela.

 

Obvio dã!

 

– Mas você nem me deixou falar… – Me levantei do chão, com dificuldade. – Eu preciso da sua ajuda.

 

– Tenho cara de 190? – Rosnou.

 

– Não. – Ri baixinho. – Acho que a policia não teria chance contra os volturi.

 

– O que você disse? – Ela rodou em seus calcanhares e me olhou interrogativa. – Volturi?

 

– Aham… – Esfreguei minhas costas. – Eles pegaram minha mãe… – Minha voz morreu –… Por minha causa.

 

– O que você fez a eles? – A garota riu ruidosamente – Deixou algum humano descobrir nosso segredo?

 

– Não… Eu só… Nasci. – A cor de seus olhos oscilaram. Por um segundo pensei que minhas palavras haviam feito algum efeito. Enganei-me de novo. – PORRA, isso doi! – Grunhi quando meu corpo foi atirado ao outro lado daquele quarto imundo.

 

Certo, foi fácil aderir essas palavras de baixo nível em meu vocabulário.

 

Quando se mora com Emmett, é isso o que acontece.

 

– Você já tomou muito meu tempo. – Ela caminhou até mim, em passos curtos e lentos. Quando estava perto, puxou-me pelos cabelos.

 

– Por favor… – Implorei – O Cabelo não… – Choraminguei. – Eu preciso, da sua ajuda. Eu ouvi seus pais conversando com Edward e Carlisle, eu sei do seu poder, eu sei que você já os enfrentou. Eu não posso perder minha mãe, eu não posso…

 

Deixei que as lágrimas corressem por minhas bochechas.

 

– O que você é… – Suas narinas inflaram, puxando o ar.

 

– Sou diferente. – Limpei minhas lágrimas. – Assim como você.

 

Annie soltou meus cabelos, e eu cai sentada.

 

– Certo, me conte tudo.

 

Sorri.

 

POV Bella

 

 

– Ela morreu?

 

A voz fina e enjoativa de Jane estava próxima.

 

– Não. – Demetri riu – Ela só está muito fraca, ela não está se alimentando.

 

Droga!

 

Senti minha garganta queimar, como se um ferro em brasas tivesse passado ali.

 

– Urg! – Rosnei.

 

– A dor deve ser insuportável… – Jane provocou.

 

– Não gosto nem de imaginar.

 

Inferno! Aqueles dois estavam querendo mexer com meu psicológico, e estavam conseguindo.

 

– Coitada, ainda deve estar esperando os Cullen vim ajudá-la, mas eles nem se quer devem estar se importando e se por um acaso virem serão mortos.

 

Eu não queria que eles viessem. Eles não podem vir!

 

POV Edward

 

 

– EITA PORRA!

 

Não fiz o esforço de erguer os olhos para ver o que aconteceu com meu irmão.

 

Suspirei. Ele é tão burro! Perguntou-me se Rosalie drenou sangue demais quando foi transformá-lo. Deve ter faltado oxigênio no cérebro dele por muito tempo.

 

Ai que dor, ai que dor, ai que dor… Ai que dor no meu dedão.

– Emmett… – Bufei. – Você não sente dor.

 

Ergui meus olhos para vê-lo me encarando confuso enquanto segurava o pé.

 

– Não sinto? – Franziu o cenho.

 

– Não.

 

Ele deu de ombros e soltou o pé, lançando-me um sorriso amarelo.

 

– Valeu por lembrar. – Torceu os lábios e olhou para o chão – Mas porque fizeram essa porra?

 

– Não sei… – Esfreguei o rosto irritado.

 

– Se lembra do plano que fizemos quatro anos atrás? Eu, tu e Jake?

 

– Emmett… Não enche.

 

– Qual é Ed! – Ele veio se sentar ao meu lado.

 

Pode ficar tranqüilo; Ele pensou sorrindo; A do Jake é que é rosa.

– Hein?

 

– As fantasias! – Emm Revirou os olhos, como se aquilo fosse obvio – Das três espiãs, lembra?

 

Agarrei o braço do sofá, reprimindo a vontade de tirar sua cabeça.

 

– Estou sentindo cargas negativas por aqui… – Jasper desceu as escadas. – Emmett, Edward quer tirar sua cabeça.

 

– Eita porra! – Meu irmão correu para o outro lado da sala, sorriu e balançou a cabeça como um mongol, eu sabia que ele ia soltar alguma merda – Isso é falta de sexo.

 

Rosnei.

 

– Crianças! – Esme desceu as escadas. – Emmett deixe Edward quieto.

 

– Mas…

 

– Obedeça.

 

– Mas…

 

– Emmett…

 

– Ok. Ok! – Observei incrédulo, meu irmão balançar os braços, o corpo e as pernas, como um garoto birrento – Tudo é eu, tudo é eu.

 

– EMMETT!

 

O grito em unissom de Rosalie e Alice assustou até mim.

 

– Viu! – Ele cruzou os braços – Eu me esforcei para fazer nossas fantasias e você estragou tudo! Tive que rasgar três vestidos de Alice e dois de Rosalie, mas foi tudo pro vão!

 

– Não é “pro vão”, é “em vão”.

 

– O que ti importa? – Ele bufou, fazendo uma careta. – Agora eu fico sem sexo, e sem espionagem, maravilha! Eu te odeio!

 

Deitei minha cabeça no sofá e respirei fundo.

 

Eu mereço!

 

Edward

 

Sai da casa e encontrei Jacob em forma de lobo.

 

– Voltou rápido. – Tentei dar um sorriso, mas não consegui.

 

Estamos prontos.

De trás das arvores saíram mais dez lobos.

 

– Obrigada por terem vindo.

 

Sam tomou a frente e acenou com a cabeça para mim.

 

Quando partimos?

 

– Hoje. – Respondi – Espero que não tenham medo de voar.

 

Jacob grunhiu um riso.

 

Eu sempre quis andar de avião, Seth se aproximou.

 

Burro! Você não vai andar, mas sim voar, Paul o corrigiu.

 

– Fiquem a vontade.

 

Obrigado

 

Entrei e peguei as roupas que Esme havia comprado para eles.

 

– Evitamos tocar nelas. – Informei, colocando as peças no chão – Nosso cheiro deve ser forte para vocês.

 

Todos assentiram.

 

 

POV Renesmee

 

 

Annie era tão estranha…

 

Serio, se você visse aquelas roupas…

 

Santo Deus das mulheres mal-vestidas.

 

– Você mora em Paris, nunca pensou em… – A olhei de cima a baixo – Dar um trato no visu?

 

– Está insinuando que…

 

– Não. – Dei um sorriso amarelo, minhas costas ainda doíam. Eu não estava a fim de apanhar mais. – Foi só uma sugestão.

 

– Sua presença é irritante, de boca aberta é pior ainda! – Ela bufou. – Vamos logo, antes que eu desista. – Rosnou. Ela era fria, doida, desarrumada, mas no fundo, lá no fundo, bem no fundo mesmo ela é legal. – Pense mais baixo, ou arranco sua cabeça.

 

Arregalei os olhos.

 

– Não está aqui mais quem pensou.

 

– Qual a parte de manter a boca fechada você não entendeu?

 

– Opps… – Tapei minha boca, sorrindo, mas não demorou muito para que eu abrisse a matraca – Onde está seu parceiro?

 

– Está longe o bastante para não saber que estou indo para Volterra. – Pela primeira vez, ela sorriu – E você?

 

– Eu o que?!

 

– Seu parceiro…

 

– Ah… – Mordi os lábios e continuei correndo. – Eu só tenho 4 anos…

 

– Nossa. – Ela riu – Ainda é um bebê.

 

– Ei! – Rosnei. – Eu não sou um bebê, e se isso melhora as coisas: eu to afim de um carinha ai, mas as coisas são complicadas.

 

– Por quê? – Seus olhos rolaram – Não me diga que não sabe beijar.

 

– Ok, o assunto acabou por aqui!

 

[…]

 

– Obrigada por me ajudar. – Suspirei, me sentando na poltrona.

 

– Tudo bem, eu sei como é ruim. – Ela fechou os olhos – Eu passei pelo mesmo. – Sorriu abrindo os olhos e se aproximando de mim para sussurrar – As pessoas estão pensando que sou louca por causa da minha roupa. Ela é tão ruim assim?

 

– Digamos que só está fora de moda. – Sorri – Mas fique tranqüila, na volta podemos combinar de ir ao Shopping.

 

Olhei para a janela, a cidade luz ia ficando cada segundo mais pequena.

 

Respirei aliviada, eu sentia, que no próximo capitulo minha mãe estaria de volta.

 

Tudo isso graças a Annie.

 

=== X ===

 

N/A: Desculpem pela demora, fiquei sem net e depois veio a bomba ROBSTEN para o Brasil, fiquei desligadona, passei madrugadas acordada no foforks, mas não movi a porra de um dedo para escrever.

 

Me desculpem!!!!

 

Leiam, Comentem & Recomendem!

 

  1. ESTOU AMANDO AS FANFICS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: